Menstruação após o parto; entenda como fica

Útero volta ao tamanho normal e ovulação pode ser suspensa

0
6006

O puerpério é a denominação do período que ocorre logo após o parto. Nessa fase, o útero vai se contrair e voltar ao tamanho que tinha antes do parto. É quando acontece a liberação dos lóquios, um sangramento que pode durar até 40 dias.

A liberação dos lóquios, também chamada de loquiação, não é o mesmo que menstruar. Ela é caracterizada pelo sangramento e pela descamação do útero.

Como a mulher não vai ovular, também não deverá menstruar e isso pode durar meses. É normal.

A ovulação é suspensa devido à liberação do hormônio prolactina, que induz o corpo a produzir o leite materno

À medida em que o bebê mama menos, o corpo entende que é hora de voltar a ovular. Essa é uma estratégia da natureza para evitar uma nova gestação no período em que o bebê ainda é amamentado. Quando volta a ovular, a mulher também vai menstruar normalmente.

Mesmo que não menstrue, o mais prudente é que a mulher utilize um método seguro para não engravidar.

Há pílulas específicas para mulheres que amamentam. Elas têm doses menores de hormônios e, depois que a menstruação retorna já não são mais eficazes.

Se a mulher não quiser tomar a pílula, poderá optar por um método de barreira, como a camisinha, o diafragma, o DIU de cobre ou a camisinha feminina.

Relacionado: Resguardo: O que pode e o que não pode ser feito