Modelo negra grávida é vítima de cyberbullying

Barriga de gêmeos às 35 semanas de gestação foi motivo de comentários racistas nas redes sociais.

77
35822

Quando a modelo negra estadunidense Porsche Thomas decidiu compartilhar uma imagem do seu barrigão na rede social Instagram, por certo não imaginaria o reboliço que ia causar. Até porque a fotografia exibida pela também escritora e atriz é perfeitamente inocente. Uma simples imagem da modelo em biquíni, provavelmente à beira da piscina, evidenciando a imensa barriga de gêmeos, durante a 35ª semana de gestação. Nada faria de adivinhar que esse gesto de compartilha se fosse transformar em mais um caso de bullying virtual.

Modelo grávida sofre comentários racistas

Mas não é que o mundo é mesmo um lugar estranho? Essa foto enternecedora de uma futura mãe exibindo com orgulho o ventre onde carrega os seus dois pequenos milagres deu lugar a um chorrilho de comentários racistas. O momento abençoado que a modelo está vivendo passou para segundo plano, sendo que os comentadores preferiram se concentrar na escuridão da barriga.

“Enquanto vocês estão perdendo o seu tempo fazendo comentários depreciativos sobre mim e sobre a escuridão da minha barriga (…) eu estou aqui, aproveitando a minha vida…”

Essa situação deixou a modelo surpreendida. Custa acreditar que em um planeta supostamente tão evoluído ainda tenha tanto espaço para o racismo. A web parece ser, infelizmente, um lugar propício a esse tipo de comentários. Vai permitindo que as pessoas se escondam por trás de uma máscara virtual. Contudo, esse acontecimento desagradável levou a um pouco de reflexão. De acordo com Porsche Thomas a imagem da mulher negra grávida ainda não foi muito divulgada, motivo pelo qual ainda hoje é olhada com estranheza e causa muito zunzum.

A modelo deu a volta à situação

Mulher de armas não se deixou abater, e contra-atacou mostrando novamente a sua barriga. E ainda com mais orgulho! A imagem compartilhada novamente no Instagram vinha acompanhada de uma mensagem, diretamente apontada à malícia dos comentadores: “Enquanto vocês estão perdendo o seu tempo fazendo comentários depreciativos sobre mim e sobre a escuridão da minha barriga, durante o que deveria ser uma época de celebração, eu estou aqui, aproveitando a minha vida, gerando esses seres minúsculos, esses dois milagres, e ficando cada vez mais negra”. Ora, nem mais!

Modelo negra no instagram

Uma história com uma reviravolta certeira e com um final ainda mais feliz. No final do ano a modelo deu à luz dois meninos lindos e saudáveis. Dê uma olhada nos gêmeos August e Berlin. Não são uma fofura?

Filhos gêmeos da modelo

 

Essa matéria é do seu interesse? Assista a esse vídeo e relembre esse outro caso de racismo na web.

Curtiu o artigo? Compartilhe e ajude a acabar com o preconceito!

77 Comentários