Mulheres que Amamentam têm Atendimento Preferencial

0
3521

As mulheres que acabaram de ter bebê, estão amamentando e precisam resolver alguma pendência na rua. É importante que elas saibam que, no Brasil,  têm direito a um atendimento preferencial, ou seja, elas não precisam ficar em filas até conseguir resolver o seu problema.

Todo mundo concorda que não tem coisa pior do que ficar horas em uma fila para ser atendido em um determinado serviço.

Algumas pessoas não têm condições de ficar esperando como idosos, mulheres grávidas, deficientes físicos e até mulheres que estão amamentando.

As mulheres que amamentam têm direito a atendimento preferencial

Muitas mulheres que acabaram de ter bebê e precisam resolver algum problema levam seus bebês para poderem ser atendidas rapidamente.

Entretanto, as mulheres que estão amamentando têm o direito de serem atendidas na frente dos outros mesmo sem levar o bebê.

Da mesma maneira que as grávidas e pessoas com crianças de colo, as mulheres que estão amamentando também devem receber o atendimento preferencial. Esse direito é assegurado pela lei n° 10.048. Por isso, é muito importante exigir o seu direito mesmo se estar com o seu filho por perto.

Esse direito também é válido para os transportes coletivos. Mesmo sem estarem na companhia de seus bebês, as mães têm o direito dos assentos preferenciais.

Lei que assegura o direito das lactantes ao atendimento prioritário

A Lei n° 10.048 diz o seguinte: As pessoas com deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, as gestantes, as lactantes, as pessoas com crianças de colo e os obesos terão atendimento prioritário, nos termos desta lei.

Direito a licença-amamentação

Outro direito que toda lactante tem e que não deve abrir mão é o da licença-amamentação. Até que o bebê complete seis meses de idade, toda mãe tem direito a 30 minutos diários do seu horário de trabalho para poder amamentar o seu filho.

Na realidade, a lei está do lado das mulheres que estão grávidas ou deram a luz recentemente, pois, elas necessitam de uma atenção especial, já que estão vivendo um momento único em suas vidas.

As mulheres que levam seus pequenos para as filas dos mais variados serviços devem saber que não precisam leva-los para ser atendida rapidamente, pois, basta provar que está no período de amamentação, assim, será atendida de forma prioritária e poderá ir logo para casa para cuidar do seu bebê que precisa muito dela.

Portanto, todas as mulheres devem ter em mente que elas possuem muitos direitos que não devem ser esquecidos. Então, se acabou de ter um bebê e tem alguma pendência para resolver, saiba que por estar amamentando tem todo o direito de ser atendida de forma prioritária.