Naninha para o bebê: saiba por que ela é importante para o seu filho

0
5925
naninha para o bebê
Crédito: Freepik

Quase toda criança tem uma naninha de estimação. Ela pode ser uma fraldinha de pano, uma mantinha, um bichinho de pelúcia ou outro brinquedo que faça a criança se sentir mais tranquila e segura na hora de dormir sozinha. Essa é a função da naninha para o bebê, então, veja em mais detalhes por que é interessante você deixar que o seu pequeno escolha uma.

Veja também: 5 estilos de música de ninar para o seu bebê dormir

Naninha para o bebê: por que ela é importante?

naninha para o bebê importância
Crédito: Freepik

Os bebês conhecem o colo e a companhia dos pais desde que nascem. Mas, com o passar do tempo, eles vão crescendo e começando a perceber o mundo pelos próprios olhos.

Isso quer dizer que também é hora de dormirem sozinhos, na própria cama e no próprio quarto.

Então, na hora de ir para a cama, você pode deixar o clima perfeito, confortável, contar uma história de ninar e dar um beijinho, mas nem sempre a criança vai conseguir pegar no sono.

Essa é uma fase bem comum em que os pequenos podem sentir medo de ficarem sozinhos, já que até os 4 anos de idade, mais ou menos, eles ainda vivem uma mistura entre o mundo real e o da fantasia.

Para solucionar o problema você pode recorrer a uma naninha para o bebê. A naninha é um objeto que o bebê vai ter sempre por perto, como um amuleto, que o fará se sentir mais seguro e calmo.

Algumas crianças levam a naninha para todo lado da casa ao longo do dia, mas o ideal é que ela esteja associada ao momento de descansar, quando a criança sabe que, mesmo estando sozinha no quarto, vai estar na boa companhia da sua naninha.

É por esse motivo que os pediatras e psicólogos infantis chamam a naninha de um objeto transicional, ou seja, que ajuda a criança a fazer a transição do apego dos pais para o apego à naninha na hora de ir dormir.

Veja também: bebês devem dormir no quarto com os pais para evitar morte súbita

Qual naninha escolher?

A escolha da naninha não tem regras. O que os pais precisam compreender é a função dela na vida do filho. O psicanalista inglês Donald Winnicott desenvolveu uma teoria de que a naninha é um objeto transicional que ajuda a criança na construção da sua identidade.

Por isso, mais importante do que o tipo de objeto escolhido, é a experiência que a criança vai ter com ele. A naninha participa dos primeiro estágios do uso da ilusão, que abre caminho para o desenvolvimento da criatividade e da capacidade de brincar.

Então, são funções múltiplas e muito importantes que a naninha para o bebê exerce.

Paninhos e mantinhas

Como a naninha serve como um substituto da mãe e do pai na hora de dormir, é bem comum que as crianças escolham um objeto macio, quentinho e aconchegante, como paninhos e mantinhas finas.

Você já deve ter um em casa, então pode experimentar oferecê-lo ao seu filho no momento de ir dormir. Se for você a entregar o objeto para ele, dizendo que o fará companhia, o efeito pode ser ainda melhor para a criança dormir tranquila.

Bichinhos de pelúcia e travesseiros

Se a criança tem um travesseiro pequeno ou um bichinho de pelúcia que gosta muito, também são ótimas opções de naninha, que não vão machucar durante o sono como pode acontecer com um brinquedo mais duro.

Chupeta

Muitos mais recorrer às chupetas para manter os bebês mais calmos. De fato, funciona. Mas os especialistas afirmar que é melhor substituir a chupeta por alguma outra naninha a partir do primeiro ano de vida da criança para não prejudicar a sua dentição.

Para isso, é possível explicar para a criança que a chupeta agora precisa ir embora para que os dentinhos possam crescer, e então oferecer uma naninha em troca para compensar.

Veja também: quantas horas de sono o bebê precisa?

Lavar ou não lavar a naninha?

Muitos pais relatam que o bebê perde um pouco do interesse na naninha quando ela é lavada. De fato, faz sentido, já que o bebê também reconhece o objeto pelo cheiro.

Mas mesmo assim é preciso lavar de vez em quando, por uma questão de higiene. O que pode ser feito é a mãe ficar um tempo com a naninha perto do seu corpo, depois de já tê-la lavado, para que fique com seu cheirinho, depois entregar para o bebê.

Quando a naninha para o bebê deve ser retirada?

quando retirar a naninha para o bebê
Crédito: Freepik

Muitas crianças passam a infância inteira com a naninha. Não chega a ser um problema, mas é interessante que, a partir dos 2 anos de idade, os pais já comecem a acostumar a criança a dormir sem a naninha, quando ela pegar no sono sem sentir falta do objeto.

Essa é uma boa fase para fazer isso, já que a criança começa a compreender melhor as coisas e, cada vez mais, a naninha vai perdendo o sentido, à medida em que a criança desenvolve outros interesses e quer mostrar que já é grande.

Mas esse não precisa ser um processo traumático. Deve ser feito aos poucos, no tempo de cada criança. Só não pode ser negligenciado por falta de dedicação dos pais em estimular o desuso da naninha.

Se a criança se sentir mais segura com o objeto durante mais anos de vida, tudo bem, faz parte. Converse sempre, acalme seu filho e esteja sempre por perto para dar um colo quando ele sentir falta do objeto que aceitou largar, mas de vez em quando pode bater uma saudade.