Atenção: não diga estas expressões a mães de crianças deficientes

Conheça as expressões que não deve usar com a mãe de uma criança com deficiência.

0
5854

As crianças deficientes são olhadas com estranheza pela sociedade, que tem uns padrões de normalidade bem definidos e tudo o que seja diferente nem sempre é bem aceito. Mas os pais de crianças deficientes amam seus filhos como eles são e têm orgulho de ter uma criança especial em casa.

Algumas expressões podem irritar as mães de filhas portadoras de algum tipo de deficiência.

Conheça-as:

1. “Coitadinho”

Trata-se de uma criança especial, com algum síndrome ou deficiência, mas não precisa que tenha pena dele; pois é feliz e tem uma vida normal, com as suas limitações.

 

2. “Seu filho é doente”

Apenas é doente se estiver gripado ou resfriado, porque o termo correto é deficiente. Não tenha medo de o usar, pois nenhuma mãe gosta de ouvir que tem um filho doente. Aquela criança é especial!

 

3. “Sinto muito”

Porque sente muito? Aquela criança foi a melhor coisa que aconteceu a sua mãe e não precisa se lamentar, pois uma criança especial pode sim, ser uma bênção.

 

4. “É difícil lidar com a situação”

Outra expressão proibida! Mesmo que o objetivo seja demonstrar à mãe que a admira por cuidar de uma criança deficiente, ela apenas faz por seu filho o que qualquer outra mãe faria.

 

5. “Ele parece tão normal”

As palavras normal e diferente andam de mãos dadas. Para uma mãe o mais importante é a felicidade de seu filho, e elas até se esqueçam que algumas características os diferenciam de outras crianças, mas a sociedade está constantemente a lembrar que uma criança com Síndrome de Down ou outra deficiência não é normal.

 

6. “Nem percebi que ele é diferente”

Não minta e não tenha medo de usar a palavra deficiência, pois isso não ofende uma mãe. Ela prefere sinceridade e pessoas que a tratam como coitadinha.

 

7. “De quem herdou o problema?”

A deficiência não precisa ser herdada. Ela pode resultar de uma condição genética e mesmo que a criança tenha herdado o problema, que diferença faz? Com isto está incutindo culpa aos pais pelo problema do filho.

 

8. A palavra ‘retardado’ está proibida

Esta palavra é bastante ofensiva e esqueça que ela existe quando mesmo quando não estiver na presença de uma mãe de filho com deficiência.

 

9. “Vai arriscar outro filho?”

Só porque é mãe de uma criança especial, não significa que outros filhos nasçam com algum tipo de deficiência. E se a criança nascer com deficiência vai ser amada e cuidada do mesmo jeito. Pais de crianças com deficiência não se importam nem tem medo de ter outro filho especial.

 

10. Ficar calada

Pode parecer estranho, mas se ficar calada, sem dizer uma única palavra, isso significa que se sente incomodado com a presença da criança. Pode fazer perguntar, desde que educativas, como faz com qualquer criança dita normal. Mas, é claro, se não tiver nada de produtivo para falar, o silêncio será a melhor opção.

Se estiver perante uma criança especial, não tenha medo de a olhar e falar com ela. Seja gentil e proceda naturalmente.