O que fazer quando o bebê engasga

0
1642

Quando uma mulher fica grávida, ela começa a ter milhares de preocupações, mas nada ultrapassa as preocupações de quando o bebê nasce.

Ele deve estar rodeado de cuidados para que consiga ter uma vida feliz e saudável.

Uma das coisas que mais assustam as mães, principalmente, as de primeira viagem, é quando o bebê se engasga. Infelizmente isso é algo que pode acontecer com maior frequência do que gostaria. As crianças podem se engasgar ao comerem, durante a amamentação e mesmo com a própria saliva.

Principais causas do engasgo do bebê

Existem muitas causas para que um bebê engasgue. Além da amamentação, que é uma causa comum e até natural desse problema, sendo mais fácil de resolver. Algumas causas são:

Ingerir pilhas, bateria ou imã que possam estar nos brinquedos;

Engolir moedas, botões, amendoim, milho, pipoca, chiclete e bala;

Pecinhas ou brinquedos muito pequenos;

Ao comer coisas muito pequenas, como pedaços de frutas, feijão ou grãos de arroz;

Deitar o bebê após mamar sem ele ter arrotado ou regurgitado;

Ingerir qualquer líquido estando deitado ou recostado.

Como desengasgar um bebê?

Os pais costumam ter dúvidas de como agir quando o bebê se engasga. Quem nunca passou por uma situação dessas com certeza fica assustado. Antes de qualquer atitude é fundamental ter certeza de que o bebê está engasgado. Alguns sintomas são:

Choro, espirro, tosse e ânsia de vômito durante a alimentação;

Respiração acelerada e ofegante;

Por falta de oxigenação, os lábios podem ficar azulados e o rosto vermelho ou pálido;

Esforço exagerado para respirar;

Emissão de sons incomuns ao tentar respirar.

Se o bebê não conseguir chorar ou tossir, o caso é ainda mais grave. Nesses casos a criança fica com a pele roxa e pode até desmaiar. Se ainda assim tiver dúvidas do engasgo, os pais devem procurar um médico imediatamente, uma vez que pode haver alergia a algum alimento ingerido pelo pequeno.

Dicas para Ajudar o Seu Filhos em Caso de Engasgo

Para desengasgar o bebê, primeiro chame a emergência e veja se o bebê consegue tossir ou chorar, pois, isso significa que está entrando ar em seus pulmões.

Se acontecer de o bebê não conseguir expelir sozinho o que está obstruindo suas vias aéreas, então será necessário ajudar a criança nessa tarefa.

Qualquer coisa errada nesse momento pode piorar a situação. A forma mais eficaz para salvar a vida de um bebê é por meio da manobra de Heimlich.

A manobra de Heimlich é uma sucessão de movimentos que irão desengasgar o bebê.

Primeiro deixe o pequeno de barriga para baixo, com a cabeça inclinada um pouco para baixo também. A criança deve ficar apoiada no antebraço do adulto. Segure com uma das mãos a cabeça e a mandíbula e dê cinco tapinhas firmes, mas leves no meio das costas do bebê.

Em seguida vire a criança para cima e realize cinco compressões no tórax com os dedos médio e anelar. Esse processo de alternar com os tapas nas costas e as compressões devem ser realizadas até o bebê desengasgar.