O que fazer quando seu bebê é picado por mosquitos?

0
27

Os bebês são muito frágeis e precisam de cuidados específicos, além de um ambiente apropriado para crescerem bem e longe das doenças, porém, principalmente em lugares de clima tropical os mosquitos se proliferam e os bebês correm risco de serem picados.

A picada de mosquitos em bebês pode causar uma série de problemas que vão desde simples reações alérgicas e vermelhidões à problemas mais graves como a Zika, dengue ou febre amarela.

A melhor medida quando se trata de bebês é a preventiva, por isso, é importante manter a vacinação do bebê em dia, cuidar para deixar a criança sempre bem vestida especialmente quando for sair ao ar livre e usar repelente, mas isso só pode acontecer quando a criança tiver mais de seis meses e deve ser repelente apropriado.

O que fazer quando seu bebê é picado por mosquitos?

Mesmo com todos os cuidados todos os bebês estão sujeitos as picadas dos temidos mosquitos, por isso, é imprescindível está preparada quando isso acontecer, pois, simples cuidados podem fazer toda a diferença.

Se seu bebê foi picado deve usar compressas de água fria para reduzir o inchaço e aliviar a coceira, jamais estoure as bolhas, seja prevenida e sempre tenha por perto pomadas prescritas pelo pediatra, não deixe também de observar a reação do bebê após ser picado e saiba que produtos com cânfora só são permitidos depois dos dois anos.

Como agir se a reação for grave?

Se o bebê começar a apresentar sintomas mais graves como: vômitos, enjoos, inchaço na boca, garganta e língua, dificuldade de respirar, palpitações cardíacas, pele fria ou desmaio não espere e leve o bebê para o médico ou chame socorro.

Enquanto não chega ao hospital tente manter a calma para não deixar a criança agitada e também a mantenha aquecida, caso não seja a primeira vez que isso aconteça use estabilizadores com adrenalina, porém, isso só deve ser feito se for prescrito pelo médico do bebê.

Quando a picada virar ferida deverá dar uma atenção especial, porque é preciso evitar que a criança coce ou arranhe o local, além de não cobri-lo, caso inflame será necessário consultar o pediatra para o uso de antibiótico.

As picadas dos mosquitos em bebês são mais preocupantes especialmente por conta da onda da Zika, porém, existem também picadas de outros bichos que merecem atenção como a de abelhas, marimbondos e vespas que devem ser lavadas com água e sabão, colocado gelo e nunca ser espremidas para retirar o veneno.

A picada de carrapato também é muito comum especialmente em família que tem animais domésticos. Essa picada pode causar doenças bacterianas, febre e encefalite em bebês, por isso, se isso acontecer é necessário tirar o carrapato com uma pinça, lavar as mãos com álcool e passar um antisséptico no local da picada.

Se o bebê apresentar algum sintoma procurar um médico.