O que não pode comer no resguardo

0
989

O que não pode comer no resguardo, o resguardo também denominado como puerpério, é o período de 6 a 8 semanas pós-parto. Durante este período o corpo da mulher sofre uma série de alterações retomando ao estado pré-gravidez.

É um período que causa algumas dúvidas à recente mamãe. Existem imensos mitos e situações associadas a este período de alguma fragilidade para a mulher. A verdade é que nesta fase é importante ter alguns cuidados.

Ao longo da gravidez, o corpo da mulher sofre profundas alterações hormonais e físicas. O corpo prepara-se para gerar uma nova vida.

Cuidados com a alimentação durante o resguardo

Durante o resguardo ou puerpério a mulher deve ter alguns cuidados no seu dia-a-dia. Aos poucos o seu copo volta ao normal depois do milagre que é o nascimento de um bebê. Durante este período é importante seguir todas as recomendações do seu médico.

Durante o resguardo a mamãe deve controlar a sua atividade física e as relações sexuais. A sua alimentação também ser cuidada e ter em conta algumas recomendações.

Durante as primeiras semanas depois do parto a mulher deve optar por uma alimentação saudável e equilibrada. Neste período esqueça as dietas e a vontade de voltar ao seu peso antes da gravidez. Deve ter especial cuidado se amamentar o seu bebê.

O que não deve comer no resguardo

O corpo precisa de mais calorias para que a produção de leite seja boa. Durante este período alguns alimentos não são recomendados e alguns estão mesmo proibidos.

Os alimentos que a mamãe ingere serão transformados em nutrientes para o bebê e no caso da amamentação alguns deste alimentos podem provocar mal-estar e cólicas ao bebê, apesar de não existir nenhuma base que o comprove.

Durante o resguardo a mulher deve evitar: chocolate, pimentão, pimenta, salsa, brócolis e milho. Cada mulher conhece o seu organismo e nesta fase é importante retirar da sua alimentação os alimentos que causam mal-estar.

Deve ainda evitar qualquer bebida alcoólica.

Em caso de dúvida questione sempre a equipe médica que a acompanha.