Pais de meninas são mais atenciosos

Pesquisa diz que pai de menina é mais emotivo e de menino, mais brincalhão. Veja como ser mais legal com seu filho

0
1859

Uma pesquisa realizada pela Universidade Emory, nos Estados Unidos, comprovou uma teoria que muitos de nós já desconfiávamos há um bom tempo: os pais de meninas prestam mais atenção às filhas, se comparados aos pais de meninos.

De acordo com as conclusões desse estudo, o sexo dos filhos acaba influenciando de forma evidente o comportamento do pai em relação às crianças quando elas ainda são bebês.

o sexo dos filhos influencia de forma evidente o comportamento do pai em relação às crianças quando elas ainda são bebês

Pais de meninas preferem falar sobre emoções:

  • Cantam mais;
  • Falam mais abertamente sobre sentimentos;
  • Utilizam palavras como “lágrimas”, “choro” e “solidão”;
  • Respondem ao chamado da filha com rapidez.

Relacionado: Coisas que você precisa fazer se for pai de menina!

Pais de meninos optam por brincadeiras

  • Preferem brincadeiras de luta;
  • Utilizam palavras como “vitória” e “superior”;

Para chegar a esses resultados, os investigadores avaliaram a relação de 30 pais de meninas e 22 pais de meninos. As crianças tinham entre 1 e 3 anos.

Para a análise, foi utilizado um gravador, acionado durante 50 segundos em intervalos de 9 minutos, todos os dias.

O estudo também se focou na forma como o cérebro dos pais reage a crianças do gênero feminino e masculino, para estabelecer uma ligação com as diferentes formas de tratar os pequenos.

Para isso, os participantes foram analisados através de uma ressonância magnética funcional que indica que zonas do cérebro estão mais ativas quando se vê as imagens de um adulto desconhecido, de uma criança desconhecida e dos filhos felizes, tristes ou neutros.

Conclusões:

  • Diante das fotografias das suas filhas com expressões alegres, os pais de meninas reagiram de uma forma mais intensa em zonas cerebrais relevantes para o processamento visual, recompensa, regulação de emoções e processamento de rostos;
  • Os pais de meninos responderam mais intensamente às fotos dos filhos com expressões neutras, sendo um sinônimo de ambiguidade emocional;
  • Não existiu diferença evidente na forma como os cérebros dos pais reagiram às fotos dos seus filhos tristes.

Saiba como impedir os estereótipos de gênero na educação dos seus filhos

Diante dessas conclusões, os pesquisadores deixaram 2 conselhos relevantes às famílias, para evitar os estereótipos de gênero.

  • Os pais de meninos devem ser mais abertos para as crianças se expressarem melhor e, por consequência, haver uma maior empatia.
  • O pais de meninas têm que desenvolver mais brincadeiras com essas crianças, incluindo aquelas que estão mais relacionadas com os meninos.

Compartilhe essa matéria tão interessante!

Fonte: Bebê Abril