Papa Francisco deixa fiéis sem palavras durante cerimônia de batismo

ADs

Você se lembra da polêmica causada por uma estudante universitária ao fazer uma publicação na qual humilhava uma mulher por amamentar sua filha em público? A postagem repercutiu e alcançou milhares de compartilhamentos.

Como forma de repúdio ao preconceito, muitas mulheres, até mesmo famosas como Gisele Bundchen, publicaram fotos amamentando seus filhos, com o seio exposto.

A campanha ganhou o Brasil durante vários meses com a hashtag “#PobreFazendoPobrice”, pois foi assim que a estudante universitária se referiu àquela mãe amamentando seu bebê. Segundo a garota, “essas coisas só são vistas em bairros de pobre”. Ela completava a publicação dizendo que em bairros ricos ou em restaurantes finos as mães utilizam mamadeiras e não ficam chamando atenção com os seios de fora.

E mães de todos os lados começaram a se revoltar. “O que tem de errado em amamentar o meu filho?”, diziam todas. O tabu com a amamentação faz com que muitas mães se sintam inseguras e pouco confiantes em fazê-la, pois tem medo e vergonha do que podem pensar. Amamentar é importante e se a mulher puder fazer sem problemas, ninguém deve achar nada. É uma mãe alimentando a sua cria! Não tem nada de errado nisso!

ADs

O mais novo adepto da conscientização pelo aleitamento materno é bem ilustre. Você deve conhecê-lo como o atual Papa.

Em uma cerimônia de batismo, na Capela Cistina, o Papa Francisco batizou 28 crianças e, durante o evento, convidou todas as mães a amamentarem seus filhos. Segundo o pontífice, a cerimônia seria longa e seria normal se as crianças sentissem fome.

“Se acontecer assim, vocês mães devem dar o peito a elas, sem medo. Assim como Madona (Virgem Maria) amamentava Jesus”

O papa Francisco foi aplaudido pelas mães e deixou muitas fiéis sem palavras. O que você achou da atitude dele?

Relacionado: Publicitários ingleses usam peito inflável gigante para conscientizar