O Papai Noel existe?

0
9278

À medida que os nossos filhos vão crescendo, a cada Natal que se aproxima há uma dúvida que se vai intensificando. Quando é, afinal, a altura certa para contar toda a verdade sobre aquele velho gordinho e simpático de quem eles tanto gostam? A ideia de correr o risco de partir os seus coraçõezinhos de criança dói, só de pensar. Como fazer essa abordagem de maneira correta?

Como contar para eles que essa figura que eles tanto estimam não existe?

Papai Noel: personagem simpática que faz parte do imaginário infantil

O Papai Noel é uma personagem que faz parte do imaginário da criança. Vive no Polo Norte e pertence a uma realidade mágica onde tudo é bom e positivo. As memórias que lhe estão associadas são as melhores que essa data festiva permite. O convívio com a família, as refeições caprichadas, as brincadeiras com os primos, a distribuição de presentes e o sorriso cravado no rosto das crianças que se espelha para todo o mundo. Essas razões são fortes e as que justificam que os pais mantenham essa tradição e alimentem a história desse velhinho amistoso que entrega presente a todas as crianças.

Manter a crença no Papai Noel está correto ou está errado?

Talvez não haja uma reposta certa para essa questão. Muitas das vezes o desvendar do mistério surge naturalmente, na escola ou compartilhado por outras crianças. Com o passar dos tempos, a verdade vai sendo apercebida pela criança à medida que vai crescendo e o seu raciocínio fica desenvolto. Quanto ao saber ou não se devemos incutir e fazer por prolongar essa mentirinha branca cheia de magia, o melhor é mesmo deixar de pensar por você e colocar-se na cabeça da sua criança. As crianças, tal como as pessoas, não são iguais, e dão uma importância diferente para as coisas. Considere ainda as tradições da sua família e as crenças e valores que pretende, acima de tudo, transmitir.

O importante é que a criança cresça num ambiente de paz e de amor. E que o Natal seja uma quadra mágica onde ela possa dar asas aos seus sonhos e ser feliz.

Aproveitamos para desejar um Santo Natal para os nossos leitores.

Se quiser ficar sabendo mais sobre esse assunto, não se esqueça de assistir a esse vídeo:

Compartilhe essa dica!