Como produzir mais leite materno: conheça os 15 melhores alimentos

Vejo o que consumir para produzir mais leite para o seu bebê.

0
68599

Tudo o que o bebê precisa nos primeiros meses de vida está no leite materno, o melhor alimento que existe. Mas infelizmente, por uma série de fatores, muitas mamães sentem que o leite não está sendo o suficiente para o bebê. O que fazer?

Conheça os 15 melhores alimentos para te ajudar a produzir mais leite, deixando seu bebê forte e feliz!

Amamentar é um direito

Toda proteína, açúcar, gordura, vitaminas e água que seu bebê precisa está no leite materno. Além disso, sua proteção passa para ele, através dos glóbulos brancos, protegendo-o assim de muitas doenças.

A amamentação é um direito do recém nascido e é o único alimento indicado até que ele complete 6 meses, protegendo-o de alergias, pneumonia, bronquiolite, meningite e outras doenças.

O leite da mãe ajuda no desenvolvimento do raciocínio, sendo de fácil digestão, criando um forte vínculo entre mãe e bebê. Ajuda na formação da arcada dentária e da boca.

Melhores alimentos para produzir mais leite materno

A Drª Aline Coelho, nutricionista, afirma que a amamentação é uma forma natural de alimentar, proteger e amar o bebê, mas que mesmo sendo um processo natural, precisa ser aprendido.

A alimentação da mãe influencia diretamente na amamentação, pois tudo o que ela consome cai na corrente sanguínea, indo diretamente para o leite. Por isso é importante comer bem, se hidratar e evitar cigarros e álcool.

Vamos ver então a lista dos melhores alimentos para mamães que amamentam, recomendados pela Drª Aline Coelho.

1. Feno-grego

Consumir as sementes do feno grego para aumentar a lactação é uma ferramenta antiga, conhecida pelas avós de nossas avós e altamente recomendada pelos nutricionistas.

2. Erva-doce

As sementes de erva-doce, além de reduzirem a cólica do bebê, ajudam na lactação. Lembre que tudo o que você ingere, acaba indo também para ele.

3. Alho

Além de um excelente alimento para a mãe, dadas suas propriedades nutricionais e medicinais, o alho ajuda a incrementar a produção de leite materno.

4. Cominho

Muita cautela com o consumo de sementes de cominho! Apesar de aumentar a produção de leite, melhorar a digestão, acidez, inchaço e prisão de ventre, seu consumo excessivo pode afetar o bebê.

5. Gergelim preto

Garante uma boa dose de cálcio para a mamãe e o bebê, enquanto assegura uma maior quantidade de leite materno.

6. Manjericão

Além de delicioso, é calmante – para mamãe e para o bebê – rico em vitamina K, estimula o apetite e ajuda na lactação.

7. Endro

Consumir as sementes de endro vai te garantir uma boa dose de ferro, manganês e cálcio! além disso, auxilia no processo digestivo e acalma, garantindo um melhor descanso durante o sono. Claro, estimula a produção de leite materno.

8. Vegetais vermelhos

Tomate, pimentão, rabanete, beterraba e outros vegetais vermelhos ou laranjas são uma excelente fonte de betacaroteno, além de estimular a lactação.

9. Oleaginosas

Castanha do pará, de caju, nozes e outras oleaginosas são ricas em magnésio e ácidos graxos, além de ômega 3. Apesar de calóricas, são ótimas para mamães que estão amamentando, devendo consumir 3 ao dia.

10. Aveia

Velha conhecida das fórmulas mágicas que as vovós ensinavam para a produção de leite, a aveia é rica em ferro, cálcio e fibras.

11. Gorduras do bem

Para a produção de leite, a gordura é essencial, mas deve ser de qualidade. São indicados o azeite ou óleo de oliva, de dendê, , coco, linhaça ou gergelim.

12. Salmão

Rico em ômega 3, que estimula o desenvolvimento cerebral do bebê, o salmão estimula a produção de leite materno.

13. Arroz integral

O arroz branco é considerado carboidrato vazio, mas o integral é rico em fibras e vitaminas, sendo indicado para aumentar a lactação.

14. Iogurte natural

Ricos em cálcio, proteína e vitaminas, o iogurte natural, sem açúcar ou aromatizantes e corantes, faz muito bem para a mamãe e o bebê.

15.Lentilha

As lentilhas são ricas ferro e fibras, além de diversos outros nutrientes essenciais para o desenvolvimento do corpo do bebê e para a manutenção da saúde da mãe. Auxilia também na lactação.

Beber bastante água é essencial para produzir mais leite

Hidrate-se muito! Nessa fase, quanto mais sucos da fruta – sem adoçar – água, chás levinhos e água de coco você tomar, mais leite vai produzir. O mínimo recomendado para a mamãe que está amamentando é de 2 a 4 litros ao dia.

Algumas frutas tem bastante água, como a melancia, laranja, tangerina, melão e afins, abuse delas!

Como estimular a chegada do leite

Sabe qual é a melhor forma de estimular a produção de leite? Deixe seu bebê o máximo de tempo possível com o peito. O reflexo natural de sucção dele vai te ajudar a produzir mais leite.

Para isso, é importante que todo o bico do peito e parte da auréola estejam na boquinha do bebê, pois isso evita que ele engula ar, podendo gerar gases, aumenta a eficácia da mamada e evita machucar o peito da mãe.

Assista a esse vídeo com dicas para preparar os seios para a amamentação.

Alimentos a serem evitados durante a amamentação

Se a mamãe tem uma alimentação saudável, não precisa restringir nenhum alimento de fato, observando sempre como o bebê reage a cada novo alimento introduzido.

Ainda assim, tem alguns itens que devemos tomar cuidado ao introduzir no cardápio, como por exemplo, o café ou chocolate. O leite é um caso especial, tem que ter atenção para caso o bebê tenha intolerância ou alergia.

Remédios podem passar através do leite, então muita atenção! Veja a lista de alimentos menos recomendados para quem amamenta.

1. Chocolate: consumir uma pequena porção, observando se o bebê vai ficar irritado ou com diarreia.

2. Cafés, chás e refrigerantes: além de atrapalhar o sono pode deixar o bebê irritado. Ao invés de tomar café ou chás com cafeína para ficar acordada, a mamãe deve dormir um pouquinho junto com o bebê – isso também estimula a produção de leite.

3. Álcool: a mesma concentração de álcool que estiver no seu sangue estará também no seu leite, mas o organismo do seu bebê não consegue processar nem a metade do que o seu, e por isso não elimina o álcool do corpo. Imagine o estrago que isso pode fazer!

4. Leite e derivados: eles são excelentes para a mamãe que amamenta, mas e se para o bebê não for? Algumas crianças desenvolvem intolerância ou alergia a lactose, que é a proteína presente no leite de vaca. Ela está presente em iogurtes, queijos, manteiga, biscoitos, chocolates… Uma infinidade de produtos. Se seu bebê não digerir bem a lactose, seu sistema imunológico vai atacá-la, tendo como consequências diarreias, cólicas, assaduras, choro forte e sangue nas fezes.

Se alimente bem, diversificando os alimentos e se hidratando bastante. Descanse, durma com o bebê e beba muito líquido. Deixe que ele fique o tempo que quiser no peito e curta bastante cada minuto!

Gostou das dicas? Compartilhe!