Exames para Engravidar

0
33

Confira de seguida os vários exames para engravidar que devem ser realizados pela mulher e pelo homem.

Se está a pensar em engravidar, então há um conjunto de exames que você e o seu parceiro devem fazer antes, de modo a aumentar as hipóteses de sucesso da gravidez.

Veja ainda quais os testes que devem ser feitos caso a mulher tenha mais de 35 anos.

Exames que deve Fazer antes de Engravidar

Antes de começar a tentar engravidar, há um conjunto de exames que você e o seu parceiro devem fazer, pelo menos 3 meses antes de as tentativas se iniciarem.

Confira de seguida os exames gerais, que ambos devem fazer, e os exames específicos para o homem e para a mulher.

Exames gerais

– exame de urina e fezes;
– exame de sangue (hemograma completo, tipo de sangue e glicemia em jejum);
– exame sorológicos para AIDS, citomegalovírus, hepatite B, rubéola, sífilis e toxoplasmose.

Dentro dos exames gerais devem também ser integradas a avaliação de saúde geral e do histórico de cada um, no sentido de se planear uma gravidez tranquila e saudável.

Exames que a  mulher deve fazer

Além dos exames atrás referidos, a mulher deve ainda fazer mais alguns exames adicionais.

Como análises ginecológicas (como o ultrassom ou o papanicolau), com o objetivo de diagnosticar quaisquer problemas existentes nos seus órgãos reprodutivos.

Além disso, no exame de sangue deve também fazer uma verificação de anticorpos e a dosagem hormonal.

Os testes sorológicos devem ainda conter o exame para HPV.

Na consulta prévia antes de começar a tentar engravidar, o médico irá ainda prescrever a toma de ácido fólico, para prevenir possíveis malformações no futuro bebé-

Vai ainda, verificar a sua carteira de vacinação, para ver se está tudo em dia.

Exames para o homem

Quanto aos exames específicos para o homem, além dos descritos nos exames gerais, este deve também realizar um espermograma, que irá verificar a saúde e a densidade dos espermatozóides.

Exames para engravidar – mulheres com 35 ou mais anos

Nesta idade, além de as dificuldades em engravidar serem maiores, os riscos são também mais elevados.

Como tal, é importante que se façam exames adicionais para verificar se existem as condições necessárias para uma gravidez saudável.

Esses exames incluem:

– histerossalpingografia (para avaliar a cavidade do útero e possíveis obstruções nas trompas);
– histerossonografia (ultrassonografia do útero para avaliar a cavidade uterina);
– ressonância magnética;
– vídeo-histeroscopia (diagnóstico de pólipos, miomas, ou inflamações no útero);
– videolaparoscopia (técnica cirúrgica através do qual se consegue visualizar o útero, a região abdominal e as trompas com uma câmara).