Quando o repouso é indicado na gravidez

0
1898

O período de nove meses que compõe a gravidez deve ser vivido cercado de todos os cuidados para que não aconteça nada de mal nem com o bebê e nem com a sua mãe. Em Alguns casos é necessário repouso na gravidez.

Para ter uma gestação saudável, a mulher precisa seguir à risca todas as indicações do seu médico, principalmente quando ele diz que é necessário repousar.

Quando o médico diz para a grávida que ela deve repousar, é normal ficar preocupada, pois, é sinal de que algo na gravidez não está saindo muito bem.

Na realidade, muitas mulheres precisam descansar durante a gestação para evitar riscos.

Quando o repouso é indicado para as grávidas

Existem várias razões para o médico aconselhar o repousa na gravidez.

Os exames do pré-natal é que vão dizer se a gestante precisa ou não de descanso nesse período.

Um acompanhamento médico adequado pode descobrir coisas erradas com a mãe e com o feto.

São muitos os problemas que podem fazer as grávidas repousarem durante a gravidez.

A pré-eclâmpsia, que é um aumento muito grave na pressão arterial da gestante requer cuidados. De acordo com profissionais quando a gestante está com pré-eclâmpsia ela necessita repousar. A grávida deve ficar deitada de lado, apoiada no lado esquerdo do corpo. Isso melhora o fluxo de sangue para o bebê, que é comprometido por causa desse problema. O repouso evita que o problema se agrave ainda mais por causa do agito do dia a dia.

O descolamento da placenta é outro problema que exige que a gestante fique em repouso. O descolamento ocorre quando a placenta se desprende do útero. Quando isso acontece a placenta fica posicionada no lugar errado. Em vez de ficar no centro ou no fundo do útero, como é o normal, ela se desenvolve abaixo dele. Isso pode causar hemorragia, desnutrição do feto e falta de oxigenação para o bebê. Essa condição exige que a grávida fique repousando para que não ocorra problemas ainda mais graves.

A ruptura precoce da bolsa é mais um problema que exige que a gestante descanse. Essa ruptura faz com que a mulher perda líquido amniótico, o que deixa o bebê sujeito às infecções. Durante essa situação o descanso é fundamental para evitar complicações maiores, como interromper o fluxo sanguíneo para o bebê.

No final da gravidez pode acontecer a dilatação antecipada do colo do útero, o que pode adiantar o parto, por isso, é importante descansar nos últimos dias da gestação.

O repouso da gestante pode ser relativo ou total, tudo vai depender da situação da gravidez. No repouso relativo, o médico orienta que a mulher não vá ao trabalho e evite fazer esforços físicos intensos. Já o repouso absoluto exige que a mulher seja internada em um hospital.