Saiba quais são os repelentes mais indicados para grávidas

0
338

As mulheres grávidas devem se proteger dos mosquitos, saiba quais os repelentes mais indicados para as grávidas. A grávida ao ser  picada por esse mosquito e ser infectada com Zika Vírus, seu bebê terá grandes chances de nascer com mau desenvolvimento do cérebro chamado microcefalia.

É muito importante usar repelente dia e noite, no entanto, o produto não pode fazer mal ao bebê.

Ao engravidar a mulher deve ter em mente que as responsabilidades com o seu bebê já começaram.  Basta fazer uma coisa errada que seu filho pode nascer com algum problema físico, mental.

Hoje o tempo é de se proteger do mosquito Aedes Aegypti, que causa muitas doenças que estão aterrorizando o Brasil inteiro, como a dengue, que é a mais conhecida entre todas, Zika Vírus e a febre Chikungunha.

Repelentes indicados para grávidas

De acordo com a Anvisa, não há impedimento para que as grávidas usem repelentes, mas o produto deve estar registado nesse órgão e as gestantes devem seguir todas as instruções encontradas na embalagem do produto.

DEET

O Deet é o mais fácil de encontrar nas farmácias e supermercados (OFF, Autan, Repelex e outros).

Esse produto possui em sua composição uma concentração de 15%, o que oferece até seis horas de prevenção.

Icaridina

A icaridina (Exposis) tem concentração entre 20 e 25%. Esse repelente é o que oferece proteção por mais tempo, aproximadamente 10 horas, contra todos os tipos de insetos.

IR3535

Essa loção anti-mosquito é da Johnson’s. Aalém de ser indicada para gestantes, também pode ser usada em crianças. A sua duração é a mais curta de 2 horas e quando esse tempo passar é preciso fazer outra aplicação.

Dicas para grávidas usar repelente

A primeira coisa e mais importante é a grávida pedir que seu médico indique o melhor repelente que não irá prejudicar nem seu bebê e nem ela.

A grávida deve passar o repelente na pele depois de passar todos os outros produtos, como cremes e protetores solares.

Passe repelente somente nas regiões do corpo que estejam expostas. Não use o produto debaixo da roupa. Proteja-se o máximo que puder com roupas de mangas longas e calças compridas.

Ao aplicar o repelente, evite colocar o produto próximo dos olhos, boca e nariz, porque todos os repelentes podem fazer muito mal se entrar em contato com essas regiões.

Portanto, as mulheres grávidas podem sim usar repelentes para se proteger dos mosquitos e das doenças, mas é essencial perguntar ao médico qual o repelente mais indicado para que não faça mal a gestante e ao seu bebê.