Riscos da Gravidez Depois dos 40

0
537

Toda gravidez tem seus riscos, mas depois dos 40 os riscos são maiores.Algo tão importante, que muda definitivamente a vida das pessoas, além de gerar outras vidas não poderia ser tão fácil.

Quando se é muito jovem, com menos de 20 anos, o organismo da mulher ainda não está preparado, sendo imaturo, aumentando as chances de abortos ou de parto antecipado.

Com mais de 30 e ainda mais depois dos 40, os problemas são outros. O útero, como os ovários estão já desgastados e são menos irrigados pelos importantes hormônios ligados a gravidez.

Aqui traremos os principais riscos para a mulher que quer se aventurar a ter uma gestação após os 40 anos.

Para que a decisão final em seguir ou não uma gravidez a essa altura da vida seja baseada do máximo possível de informações claras e confiáveis.

Quais os Riscos para uma Grávida de 40 anos

Parto prematuro

Quando a mulher passa dos 40 anos, a menopausa já se avizinha.

O que significa que o corpo da mulher tem menos capacidade de produzir o estrogênio e a progesterona, hormônios responsáveis por preparar a mulher para a gravidez e permitir uma boa continuidade do processo.

O resultado disso é um aumento considerável na probabilidade de ocorrer um aborto espontâneo, devido a hemorragias, ou a dificuldade do organismo da mãe de nutrir corretamente o feto.

Para combater essa possibilidade, os médicos costumam fazer a reposição hormonal, para tentar reduzir todos esses riscos.

Perda de sangue

Na gravidez, o útero é recoberto de uma grande quantidade de capilares que servem como base para a placenta e para a bolsa de liquido amniótico.

Como o útero de mulheres com mais de 40 anos já está mais desgastado, podem ocorrer sangramentos, que são um grave risco para a mãe e para o feto.

Gravidez ectópica numa Gravidez Tardia

A gravidez ectópica é um grave quadro que ocorre quando o feto se desenvolve na tuba uterina, necessitando-se assim interromper-se a gravidez.

Para que a mulher com mais de 40 anos que pretende engravidar evite esse problema ela deve mesmo antes da concepção já cuidar de estar no melhor estado possível de saúde, praticando exercícios físicos e consumindo ácido fólico.

Na inseminação artificial o óvulo é implantado diretamente no útero, impedindo essa terrível possibilidade.

Descolamento prematuro da placenta

A gravidez desgasta muito o corpo da mulher. Quando ela tem mais do que 40 anos esse desgaste é ainda maior, e isso pode fazer com que a placenta não suporte o peso do bebê e se descole.

Isto pode complicar a gravidez e fazendo com que a gestante precise ficar internada até o parto.

A mulher com mais de 40 anos e que está grávida deve, principalmente nos últimos meses de gravidez, tomar muitas precauções para não fazer movimentos bruscos nem muito exercício ou atividade de necessite de força ou cause impacto.