Tudo o que você gostaria de saber sobre a gestação e nunca perguntou

No campo da pré maternidade não tem perguntas tontas. Só algumas respostas um tanto ou quanto bizarras!

0
12613

Quando estamos aguardando a chegada de uma criança, tem um sem número de questões que se passeia por nossa cabeça. Algumas podem até parecer muito pouco razoáveis.

Mas entre a ansiedade de quem está colocando um filho no mundo, não tem pergunta nem resposta pronta!

Dúvidas e fatos peculiares sobre a gestação

1. Gravidez não é doença – Embora muita gente ainda encare assim

Algumas gestações se revelam mais difíceis e podem até colocar em risco a saúde do feto e da mulher. Mas gravidez não é doença, e devemos parar de tratar as grávidas como se fossem portadoras de uma patologia grave. O estresse e a ansiedade fazem parte da vida, sobretudo no que diz respeito a condições que estão muito para além do nosso controlo. Níveis normais de estresse não vão ter um impacto negativo no desenvolvimento do bebê, pelo contrário. Pode até ajudar ao seu desenvolvimento e a deixa-lo melhor preparado para a realidade do mundo.

2. Será que meu filho se movimenta?

Não julgue que o feto apenas se está mexendo quando você sente ele pontapeando a sua barriga. Os bebês se mexem pelo menos uma vez a cada 60 segundos. Nesse sentido, o comportamento que ele tem dentro do útero vai ser bastante similar ao que vai ter cá fora. Seu filhote é irrequieto? Então já sabe com o que contar. Dentro do casulo uterino o bebê boceja, engole, chupa no dedo e brinca com o cordão umbilical.

3. Interpretando o formato da barriga

Ao contrário do que defende a sabedoria popular, não tem qualquer correlação entre o formato da barriga e o sexo do bebê. Porém, há pesquisas que defendem que o gênero pode ter implicações a nível da saúde materna? Por exemplo, uma gravidez de menino é sinônima de uma mãe mais esquecida, com alguns probleminhas de memória. As mães de rapazes também demonstram uma tendência para desenvolver mais doenças autoimunes durante a gestação.

4. Quando é que o bebê começa a chorar?

Os bebês já choram mesmo antes de nascer. O útero materno é palco de verdadeiras choradeiras que, por vezes, ficam registradas nas monitorizações. Quer isso dizer que o seu bebê está infeliz ou passando mal? Nada disso. O fato de o bebê chorar não implica que algo de errado esteja acontecendo.

5. Mudança radical

No minuto em que tomam consciência de seu estado, grande parte das gestantes altera radicalmente os seus hábitos. Haverá mesmo necessidade de uma mudança tão drástica? Veja no caso do café! De bebida amada passa a bebida proibida. Sabe qual é o problema dos alimentos proibidos? É que vão criar vontade e acabar por criar ansiedade. Vale a pena? Claro que não, até porque o café pode ter fama de vilão mas não faz tanto mal assim. As pesquisas mais recentes afirmam que a toma de duas xícaras pequenas é perfeitamente segura e que não vai colocar o feto em risco. A chave, como em quase tudo na vida, é a moderação! Sempre converse com o seu médico!

6. A paciência é uma grande virtude

Com a chegada da data prevista para o parto, qualquer gestante vira um poço de ansiedade. Convenhamos que é super natural! Mal podem ver a hora de segurar seu filho nos braços e de se livrarem dos incômodos que parecem pioram no final da gravidez. Com isso em mente, muitas tentam algumas estratégias que a sabedoria popular diz serem capazes de acelerar o parto. A intimidade física e comidas com especiarias mais fortes pode até deixar a mulher mais bem disposta, mas será que provocam o efeito desejado? O único estratagema a que se reconhece algum efeito é à estimulação dos mamilos. Mas parece que para resultar vai ter de levar pelo menos umas boas quatro horas! Já imaginou?

7. Será que meu filho sente que estou triste?

Durante os últimos três meses de gestação o elo entre mãe e filho é muito estreito mesmo. Os batimentos cardíacos do feto são influenciados pela atividade da mãe e vice versa. O humor da mãe influencia o bebê do mesmo jeito que ela vai ser capaz de identificar se ele se encontra bem ou não.

8. Será que o bebê consegue provar a minha comida?

Você sabia que o bebê é capaz de saborear os alimentos ingeridos por sua mãe? Sim, mesmo dentro do útero! Sabores fortes, como o do alho, poderão ser mais facilmente identificados. Se a gestante der preferência a algum tipo de alimento durante a gravidez, é natural que ele passe a ser um dos preferidos da criança, depois de nascer.

9. Gravidez sem vagina

Essa é das histórias mais surreais sobre gravidez de que há lembrança! Em Lesoto, na África, houve uma menina que nasceu sem vagina. Num ato de brutalidade e ignorância, essa menina foi apanhada por seus familiares fazendo sexo oral em seu namorado e levou uma facada na região abdominal. E essa menina acabou engravidando. Uma história absolutamente revoltante!

10. Será que o meu filho faz xixi dentro da minha barriga?

Os bebês urinam pela primeira vez a partir do segundo trimestre de gravidez. O que acontece a esse líquido? É ingerido pelo bebê. Está achando muito estranho? Então e se lhe dissermos que o líquido amniótico é composto, em sua maioria, por urina estéril?

11. Quando acontece o primeiro cocô?

O primeiro cocô do bebê é produzido durante a 21ª semana de gestação. É uma substância chamada mecônio que, no entanto, apenas vai ser expelida depois do parto.

12. As meninas se desenvolvem mais rapidamente

Enquanto que os meninos só começam a produzir seus espermatozoides durante a puberdade, as meninas já nascem com os seus óvulos.

13. Todos do mesmo tamanho

Tem animais minúsculos e animais gigantes. Mas quando somos concebidos as circunstâncias são iguais e somos todos quase do mesmo tamanho. Tanto os ovos do hipopótamo como os de um ratinho não ultrapassam os 0,2mm.

14. Bebê pode nascer com dente?

Sabia que tem bebês que nascem com dente? As probabilidades são de 1 para 2 mil.

15. A mãe mais jovem do mundo

Sabe qual é a idade da mamãe mais jovem do mundo? O crime aconteceu no Peru, no ano de 1939, onde uma garotinha de apenas cinco anos deu à luz seu primeiro filho. A garota, que foi abusada pelo pai, menstruava desde os três anos.

16. O maior bebê e o menor bebê

O maior bebê da história da humanidade veio ao mundo pesando cerca de 11 quilos. Já imaginou que dureza? Por outro lado, o menor já registrado pelo Livro dos Recordes, nasceu prematuramente com 250 gramas e 20 centímetros.

17. Sarilho vezes oito!

Em janeiro desse ano, Nayda Guiteres deu à luz oito filhos em apenas 5 minutos! Um fenômeno tão curioso como os quatro gêmeos idênticos, formados a partir de um único óvulo e um único espermatozoide, que nasceram em 2002, na Califórnia. Um caso muito raro!

Confira mais alguma informação bizarra, assistindo a esse vídeo!

Curtiu esses 17 fatos bem especiais? Compartilhe!