Temperatura basal: saiba o que ela tem a ver com a gravidez

0
265
Crédito: Freepik

Quando uma mulher ou um casal deseja engravidar, logo começa a procurar por métodos que auxiliem no monitoramento do organismo, como a temperatura basal, para detectar o melhor momento para tentar a concepção.

Esse momento, como é de conhecimento comum, precisa ser durante o período fértil da mulher que é quando ela está ovulando. Da mesma forma, muitos casais que não pretendem ter filhos buscam conhecer melhor o ciclo menstrual e o período de ovulação justamente para evitarem uma concepção. Seja qual for o seu objetivo, saber como aferir a temperatura basal do corpo é uma das formas de entender melhor o ciclo.

Veja também: sintomas de gravidez antes do atraso menstrual

O que é temperatura basal?

A temperatura basal é a temperatura do corpo medida em repouso, logo ao acordar, antes de fazer qualquer atividade. Todas as pessoas têm uma temperatura basal média que vai aumentando ao longo do dia conforme vão fazendo suas atividades. À noite, durante o sono, essa temperatura volta ao seu estado “normal”, neutro, que fica a média de 36 e 37 graus, dependendo do estilo de vida de cada pessoa.

Relação da temperatura basal com a gravidez

Conforme relatam os especialistas em ginecologia, quando as mulheres estão no período fértil, mais precisamente na fase pós-ovulatória, ocorre um ligeiro aumento de 0,3 a 0,5 graus na temperatura basal. Esse aumento permanece até o dia da menstruação ou, se houver concepção, até o fim da gravidez. Então esse pode ser um indicativo de que, nos dias em que a temperatura basal estiver um pouco mais elevada, a mulher pode tentar engravidar.

Como medir a temperatura basal?

como medir a temperatura basal
Crédito: Freepik

A elevação da temperatura corporal na ovulação é bastante sutil, então esse é um método que exige paciência e comprometimento.

Quando medir?

O momento certo para medir a temperatura basal é logo ao acordar, antes de se levantar da cama. A partir do momento em que o corpo se levanta, a temperatura muda por causa dos movimentos, então já deixe o termômetro ao lado da cama para fazer a medição assim que despertar.

Por quando tempo medir a temperatura basal?

Para chegar a uma média, é importante que a mulher faça a medicação da temperatura diariamente, ao longo do mês, a partir do primeiro dia da sua menstruação que representa o primeiro dia do ciclo menstrual completo.

Essa medição deve continuar até o fim do ciclo e depois deve recomeçar. É difícil a mulher conseguir chegar em uma média somente no primeiro mês, pois como a temperatura corporal se eleva nos dias logo depois da ovulação, ela poderá perder o prazo. Por isso, o ideal é fazer a medição durante alguns meses para conseguir detectar os dias exatos do aumento da temperatura corporal basal.

Ferramentas necessárias

Também é recomendado que se use um termômetro basal que é mais preciso. Ele pode ser comprado em qualquer farmácia. Mas se não encontrar, pode ser um termômetro comum. Vai precisar, além do termômetro, de um caderninho para anotar as temperaturas com o passar do dias na busca de uma média para comparação.

É um método confiável?

temperatura basal é confiável
Crédito: Freepik

Pesquisadores do Chang Gung Memorial Hospital, de Taiwan, realizaram um estudo sobre os principais métodos de detecção da ovulação, entre eles a medição da temperatura basal.

Como resultado, eles concluíram que pode haver muitas variações na temperatura basal da mulher levando em conta fatores como ter ingerido bebida alcoólica, ter vícios ou doenças crônicas, bem como seus hábitos alimentares antes de ir dormir.

Tudo isso influencia na temperatura corporal durante o sono e ao acordar, então, é um método pouco confiável, a menos que a mulher tenha uma vida muito regrada e metódica e seja saudável.

Portanto, embora seja bastante utilizado, o método da temperatura basal serve para ter uma noção superficial do período fértil, mas sozinho ele não garante nada. O ideal é aplicá-lo junto com outras estratégias de monitoramento do organismo e seus sinais, como a observação do muco cervical, aumento da libido e do apetite.

Caso não saiba, o muco cervical é um fluido produzido naturalmente dentro da vagina e que é expelido diariamente. Ele é normal e saudável quando não apresenta qualquer cor estranha ou odor desagradável. Mas, mesmo estando saudável, ao longo do mês, sua coloração e textura vão se alterando.

Conforme a mulher chega mais perto da ovulação, o muco vai ficando mais transparente e com aspecto de clara de ovo, gelatinoso. Quer dizer que está bem perto da ovulação. Quando faltarem cerca de 2 ou 3 dias para a ovulação, o muco vai ficar mais elástico, fino e transparente. Essa textura serve para ajudar o espermatozoide a chegar mais facilmente ao óvulo, então, também serve como parâmetro para detectar os dias de ovulação.