Saiba como saber o tempo correto de cada mamada

Esse fator é muito importante para saber se o bebê se alimenta corretamente

0
24333

Entre as principais dúvidas das mães, está o tempo que deve durar cada mamada e se ela é o suficiente para manter o bebê alimentado. As mães também querem saber se o leite que têm é suficiente para o bebê.

Quanto tempo deve durar a mamada?

O tempo necessário para que o bebê fique satisfeito. Isso varia conforme a idade da criança. O recém-nascido mama mais tempo e mais vezes ao dia.

Em geral, a mamada do recém-nascido dura até 45 minutos. Esse período cai para 30 minutos após os quatro meses de idade, e até 20, quando ele está mais grandinho.

 A mamada vai resultar de uma adaptação entre mãe e bebê

Quando o bebê deve mamar?

Quando quiser. O estabelecimento de um horário fixo para o bebê depende dos ajustes com a mãe. Ou seja, não haverá uma fórmula pronta porque nem crianças e nem mulheres são iguais.

Assim que nasce, o bebê solicita a comida mais vezes, e essa busca pelo seio vai caindo à medida em que a criança cresce.

Também quando o bebê cresce fica mais fácil ajustar o horário de suas refeições.

É por isso que os médicos recomendam a livre demanda.

Como ajustar as mamadas?

A composição do leite muda conforme a criança mama. Por isso é importante fazer o revezamento dos seios. O leite, ao longo a mamada, mata a sede e sacia a fome.

O que estimula a produção do leite é o ato da sucção do bebê. Por isso é importante oferecer os dois seios para o bebê. Metade do tempo em um e metade do tempo da mamada em outro. Caso o bebê não mame o suficiente para esvaziar a mama, é importante tirar o resto do leite com a ajuda de uma bomba para que o leite não empedre.

É recomendável iniciar a próxima mamada no seio que foi oferecido da última vez. Isso ajuda a manter a produção uniforme e a oferta de nutrientes ao bebê também.

Até quando o bebê deve mamar?

A amamentação por livre demanda (onde o bebê mama na hora em que tem vontade, de acordo com a disponibilidade da mães) é o recomendável até os seis meses. Nesse período, é importante também manter a amamentação exclusiva.

Após os seis meses, o bebê pode continuar mamando até os dois anos, como forma de fortalecer o organismo. Mas é indicado que outros alimentos sejam introduzidos na dieta.

Relacionado: O leite materno é alterado de forma a se adaptar às necessidades do bebê

Gostou dessa dica? Então compartilhe!