Transpirar muito durante a gravidez é preocupante?

As alterações no corpo da mulher durante a gestação podem trazer algumas complicações para a mamãe e para o bebê

0
12590

Não é incomum que grávidas reclamem do suor em excesso durante o sono. O suor humano é um mecanismo do corpo, que é ativado pela elevada temperatura e umidade.

Porém, suar em excesso pode, sim, ser algo com o que a grávida deve se preocupar.

A partir do terceiro mês de gravidez as reclamações das futuras mamães ficam ainda mais persistentes em relação a esse tema. O corpo da grávida costuma reter uma maior quantidade de líquido, pois o metabolismo está acelerado. E pode acabar se transformando no incômodo suor noturno durante o período gestacional.

Por vezes, mesmo depois de dar a luz, o suor noturno continua acontecendo. O motivo é que o corpo ainda leva um tempo para normalizar as taxas de hormônio.

Mas e esse suor: é normal ou não?

Como já dissemos, a principal razão do suor noturno são as alterações hormonais. O fluxo de sangue aumenta e a coisa fica um pouco fora de controle para o organismo: é muita coisa para o corpo organizar. Em meio a essas alterações, o nível de progesterona aumenta muito durante a gravidez, elevando a temperatura média do corpo em 0,5º C. Com o aumento da temperatura, é normal a mulher sentir mais calor durante a gravidez.

A futura mamãe também sofre com uma diminuição considerável no nível de estrogênio, que organiza o ciclo menstrual. Com isso, o corpo perde a capacidade de armazenar calor.

Isso sem contar com a ansiedade e estresse normais desse período. Ainda devemos considerar como fatores que aumentam a propensão ao suor noturno: ambiente muito quente, uso de muitas roupas ou cobertores, comer alimentos apimentados antes de dormir e, no caso das diabéticas, pouco açúcar no sangue.

Maneiras de diminuir a transpiração noturna

1. Tome banhos ao longo do dia, para manter o corpo sempre fresco

2. Vista roupas leves

3. Evite bebidas alcoólicas e a base de cafeína

4. Tome muita água

5. Durma em um ambiente fresco, e use roupas leves

6. Alimente-se bem, com comidas saudáveis e fáceis de digerir

7. Pratique exercícios

8. Evite se expor ao sol forte

Cuidado!

Se o suor noturno vier junto com febre, taquicardia ou algum outro sintoma, procure ajuda médica imediatamente.

É importante também saber diferenciar excesso de transpiração durante a noite de febre. Em caso de dúvida, meça a sua temperatura e, caso esteja acima dos 37,7º C, procure um médico.

Compartilhe essa dica!