Saiba tudo sobre o parto de gêmeos

0
1111

Quando o nascimento do bebê se aproxima aumenta a ansiedade, ainda mais para as mães que esperam mais de um bebê e sabem que o parto de gêmeos traz bem mais riscos que o parto de apenas um bebê.

São muitas as dúvidas das mulheres que esperam gêmeos, coisas como qual o melhor parto na gravidez de múltiplos, quais os cuidados especiais, se a recuperação é mais demorada, entre outras coisas do tipo, sendo assim, necessário ter conhecimento para poder se preparar melhor.

Tire algumas dúvidas sobre este tipo de parto.

Como é feito o parto de gêmeos ?

Grávidas de gêmeos são obrigadas a fazer cesariana?

Não obrigatoriamente as grávidas de múltiplos terão que se submeter à cesariana, porém, são muitos os fatores que influenciam se a grávida poderá ou não arriscar o parto normal, esses fatores são:

A posição do primeiro bebê, se ele estiver de cabeça para baixo e a placenta não estiver barrando o colo do útero; Se o segundo gêmeo estiver na mesma posição do primeiro e se o gêmeo mais próximo do colo do útero for o maior dos dois.

Quando a cesariana é necessária em parto de gêmeos?

Nos casos em que a cesariana é indispensável no parto de múltiplos são: quando o bebê mais próximo do colo do útero não está com a cabeça para baixo, quando é gravidez de três bebês ou mais e também quando os gêmeos estão na mesma bolsa amniótica, nesses casos as chances de parto normal são nulas e os médicos costumam marcar a cesariana com antecedência.

Cuidados especiais no parto de gêmeos

Na gravidez de gêmeos é fundamental ter os bebês em um hospital que conte com equipe treinada em partos prematuros e UTI neonatal, o parto domiciliar deve ser completamente descartado.

Os cuidados precisam ser redobrados porque as chances de complicações são maiores.

Algumas das complicações mais comuns no parto de gêmeos são: descolamento da placenta depois que o primeiro bebê nasce, risco maior de prolapso do cordão umbilical e hemorragia pós-parto.

Uma das maiores diferenças no parto de múltiplos em relação a de um único bebê é o fato do primeiro bebê poder nascer através de um parto normal e demais por cesariana.

Além da necessidade de fazer um ultrassom antes do parto para determinar com exatidão a posição do bebê e o monitoramento cardíaco durante o trabalho de parto.

Se o primeiro bebê nascer em parto normal o médico aguarda alguns minutos para que comece as contrações para o nascimento do segundo bebê.

Caso não ocorra nenhuma complicação, o segundo bebê também pode vir ao mundo por parto normal, mas antes o médico faz uma avaliação por ultrassom ou apalpando a barriga.

Quando aos cuidados pós-parto de gêmeos, se não ocorre hemorragia, é o mesmo de partos de um bebê só, sendo importante apenas a mãe contar com ajuda para cuidar do bebê.