Umbigo do recém-nascido inflamado: causas e prevenção

0
3323
umbigo do recém-nascido inflamado e os cuidados
Crédito: Freepik

Um problema comum com que os pais têm que se preocupar é o umbigo do recém-nascido inflamado. Logo que o bebê nasce, o cordão umbilical é cortado pelos médicos, que deixam ali apenas o coto. O coto costuma cair sozinho até o 10º dia de vida da criança, mas isso pode acontecer até o 21º. Durante esse espaço de tempo, precisa ser higienizado todos os dias.

Causas do umbigo do recém-nascido inflamado

A inflamação do umbigo ocorre quando não há a limpeza do coto ou quando ela é mal realizada. Na maioria dos casos, a inflamação não é motivo para maiores preocupações. Ela pode evoluir para algo mais grave, contudo, se não for monitorada e tratada corretamente. Essa inflamação pode ser chamada também de onfalite.

A onfalite surge basicamente quando os pais não limpam direito o coto do bebê. É comum que o umbigo da criança apresente um cheiro um pouco mais forte nessa fase. Sangue e pus também podem aparecer no coto, mas se for em pequenas quantidades está tudo bem. O problema é se o bebê tiver um dos sintomas abaixo:

  • Tem febre;
  • Mama pouco;
  • Se o coto ou ao redor dele houver vermelhidão ou inchaço;
  • Se o cheiro do umbigo estiver muito forte.

Como tratar a inflamação

como cuidar de umbigo de recém-nascido inflamado
Crédito: Freepik

Em caso de umbigo do recém-nascido inflamado, o melhor é levar a criança ao pediatra. Não tente nenhuma receita caseira ou qualquer artifício que tenha ouvido falar que funcione. Primeiramente procure um médico para que, a partir das orientações dele, você saiba exatamente o que fazer.

Cabe acrescentar que a prevenção é sempre o melhor remédio. No caso do coto do recém-nascido, é muito importante realizar a limpeza da forma mais correta possível. Veja abaixo algumas dicas:

  • Limpe o coto do bebê sempre que trocar as fraldas. Se der banho no bebê antes de o coto cair, banhe-o apenas com água;
  • A limpeza deverá ser feita com gaze esterilizada ou com cotonete também esterilizado. Use álcool 70%;
  • O coto deve ficar sempre seco;
  • Não coloque faixas no bebê que possam pressionar o coto. Isso aumenta as chances de inflamação;
  • Após a queda do coto, a limpeza deve continuar por pelo menos 10 dias. Continue a manter o umbigo da criança sempre seco, uma vez que isso contribui para a cicatrização.