Tudo o que você precisa saber sobre a linha nigra

Apareceu uma linha escura perto do umbigo? Não desespere!

0
522

Com a gravidez vem um bônus que ninguém pediu. Alterações hormonais e corporais! Tem algumas que fazem parte do imaginário, como o barrigão, e todo o mundo acha legal! Outras, porém, seriam perfeitamente dispensáveis… Como o crescimento de pelos nos lugares mais estranhos!

Uma dessas mudanças mais inusitadas é a chamada linha nigra. Uma linha escurecida que aparece no meio da barriga, quase como se a estivesse dividindo-a em duas partes. Na segunda metade da gestação esse fenômeno fica mais evidente.

Linha nigra: um fenômeno da gravidez

A linha negra não surge antes da 14ª semana e pode se arrastar até meio ano após o nascimento do bebê.

É uma linha escurecida e vertical, que pode ir somente até ao umbigo, ou ultrapassá-lo.

A sua espessura é de, aproximadamente, 1 cm.

Algumas mulheres apresentam uma linha muito esbatida, quase imperceptível. Outras tem a linha nigra mesmo muito escura, abrangendo toda a barriga.

O grande culpado

Porque são as mulheres grávidas que sofrem com essa circunstância? O grande culpado de toda essa situação se dá pelo nome de hormônio melanocítico estimulante (MSH). Esse sujeitinho vai aumentar a produção de melanina, fazendo com que essa área da barriga em particular fique hiperpigmentada. A hiperpigmentação ocorre também em outras regiões do corpo onde a pele é esticada, devido ao aumento de volume em certas áreas do corpo.

Quer dizer que tem outras áreas que vão escurecer? É isso mesmo! Por isso é que muitas gestantes têm manchas no rosto, nas virilhas, nas axilas e em redor dos seios. Cerca de 90% das gestantes registram esse fenômeno.

Cuidados essenciais

Enquanto tiver de conviver com essas marcas da gravidez, o melhor que tem de fazer é aprender a cuidar delas! Evite expô-las ao sol forte. Use um protetor solar de fator elevado.

O que pode fazer mais? Simples! Ter cuidados redobrados com sua alimentação, algo que a própria gestação impõe. Privilegie alimentos integrais e verduras ricas em cálcio e ácido fólico.

Tenha paciência, porque o mais provável é que essa linha desapareça sozinha, mas ela pode não a abandonar com a rapidez que você gostaria. Depois de seis meses após o parto, o mais provável é que ela já tenha levado sumiço!

Não tem nada de errado com essa linha e ela não representa qualquer perigo quer para a gestante quer para o bebê. É uma circunstância normal, que acaba desaparecendo com o tempo.

Relacionado: Corrimento transparente ou branco durante a gravidez é normal?

Compartilhe essa curiosidade sobre a gestação!