Como escolher a melhor escola infantil para o bebê?

0
1189
escola infantil
Crédito: Pxhere

A creche, ou escola infantil, é o primeiro contato das crianças com o mundo social. Contudo ainda há muitas dúvidas dos pais em relação a esses estabelecimentos. A maioria se questiona sobre qual o melhor momento de deixar os filhos em uma creche. Afinal, que tipo de creche escolher? Será que esse é mesmo o melhor lugar para deixar os pequenos?

O fato é que durante muito tempo a creche recebeu muitos questionamentos dos especialistas em educação. É comum ouvir dos mais conservadores, inclusive, que esse tipo de estabelecimento é apenas um depósito de crianças. Apenas nos últimos anos é que as creches começaram a ganhar algum respeito dos educadores.

Isso porque as creches também se profissionalizaram ao longo das décadas mais recentes. Elas fazem parte da Educação Infantil e apresentam práticas pedagógicas baseadas em estudos científicos. É por meio delas que as crianças passam pelas primeiras experiências sociais, que desenvolvem os primeiros saberes culturais, cognitivos e motores.

A importância do ensino infantil

A maioria dos pais no Brasil tem a necessidade de trabalhar. Infelizmente, por questões econômicas, não é possível que um dos dois fique em casa em tempo integral com os filhos. É nesse momento que surgem as possibilidades. Há quem deixe os filhos com os avós ou com uma babá. Mas há quem opte por uma creche ou escola infantil.

Uma escola infantil ou uma creche é uma das melhores opções para os pais e para as crianças. Esses estabelecimentos são preparados pare integrarem as crianças e dar a elas o melhor suporte emocional, educativo e mesmo alimentar. Elas têm como filosofia base a ideia de que o sujeito só constrói conhecimento e identidade ao interagir com outros.

Desde 1998, o Ministério da Educação publicou um documento que aponta objetivos de qualidade que procuram garantir o desenvolvimento das crianças na creche e demais níveis da Educação Infantil. Veja abaixo seis eixos de aprendizagem sobre os quais as creches em todo o Brasil devem girar.

Exploração de brincadeiras na escola infantil

como escolher creche
Crédito: Pexels

As descobertas e aprendizados se desenvolvem na primeira infância por meio de brincadeiras. Por meio delas que as crianças descobrem o mundo ao seu redor. Elas percebem o ambiente em torno de si e sua própria existência quando brincam, uma vez que organizam o próprio pensamento e expressam seus sentimentos e desejos internos.

Até os 2 anos, os bebês praticam jogos sensório-motores, quando descobrem objetos e imitam os adultos e mesmo animais. Nessa fase, quanto mais as creches exporem as crianças aos mais diversos estímulos, mais rápido os pequenos demonstram quais habilidades suas têm mais potencial para desenvolver.

Linguagem comunicativa

As creches não devem deixar as crianças sentadas, paradas, sem estímulos. A linguagem, seja ela corporal ou oral, só se desenvolve plenamente se há estímulos suficientes. Portanto há muito mais chance de as crianças falarem e se comunicarem com propriedade com um maio contato com a oralidade.

Nesse quesito as creches e escolas infantis se destacam. Isso porque seu filho receberá estímulos de todos os lados e terá contato com muitas crianças ao mesmo tempo. Os bebês, mesmo quando não falam, são capazes de compreender o que se passa ao redor deles.

É por meio da interação social que seu filho falará bem e, no futuro, escreverá bem

Desafios motores

Os desafios e jogos motores auxiliam as crianças a dominarem os próprios movimentos. Os reflexos naturais começam a ser substituídos por ações motoras mais complexas e conscientes. As atividades de cantiga, portanto, são muito utilizadas pelas creches, pois propiciam que as crianças comecem a conhecer os próprios corpos.

Por isso, é muito importante que as creches disponham de espaços grandes, amplos. As crianças tem que poder rolar, correr, cair, engatinhar, pular, saltar obstáculos. Quedas e ações de indisciplina devem ser vistas como evoluções ao longo do processo de aprendizado motor.

Exploração ambiental

importância da creche
Crédito: Pxhere

A exploração do ambiente na creche estimula e desenvolve os cinco sentidos da criança. Ela é curiosa em seus primeiros anos de vida, portanto usará de todos seus recursos para entender o que acontece ao seu redor. As creches devem, portanto, transformar toda curiosidade dos pequenos em conhecimento.

As crianças desenvolvem na exploração ambiental as habilidades necessárias para compreender o social e o físico. A investigação, a resolução de problemas, a indução são estimuladas. Na escola infantil, por meio dos sentidos, as crianças distinguem entre claro e escuro, áspero e liso, quente e frio, entre outras dicotomias.

Autonomia e descoberta da identidade

As crianças formam sua identidade a partir do contato com os outros. Elas se reconhecem enquanto indivíduos a partir da interação com semelhantes. Os pequenos percebem que os demais são semelhantes ou diferentes deles fisicamente e em comportamento no ambiente escolar.

Na rotina da creche as crianças aprendem a se pentear, a se vestir, a construírem sua higiene básica. O mais importante: elas fazem de tudo isso um hábito. Quanto mais repetem essas atitudes, maior autonomia elas desenvolvem. A conquista de uma identidade só é possível quando o indivíduo tem um desenvolvimento autônomo.

Expressão artística

características de uma boa creche
Crédito: Freepik

O contato com as mais variadas formas de arte desde a primeira infância é o mais recomendado. As artes, como a música, o teatro, a linguagem plástica estimula diversas habilidades cognitivas e motoras nas crianças.

As pesquisas nesse campo são todas taxativas ao afirmarem que crianças que crescem em um ambiente artístico se tornam adultos mais sensíveis. Além disso, a música, assim como o teatro, tem influência na comunicação, tanto oral quanto escrita.

Cuidados ao escolher uma escola infantil

Existem milhares de creches espalhadas por aí. Como qualquer serviço que existe, há aquelas que são melhores que outras. Na hora de escolher a escola infantil mais adequada ao seu filho, portanto, é preciso ter alguns cuidados. Até porque você precisa confiar que está deixando seu filho em boas mãos.

Portanto primeiro pesquise bastante. Faça uma peneira e escolha algumas para visitar. A visita é muito importante, pois você pode observar as instalações, ver o que elas oferecem, se são seguras, entre outras coisas. Tente marcar a visita para uma hora em que haja atividades acontecendo no local, para ter uma ideia de como elas decorrem.

Pedir recomendações a amigos, a amigas, a vizinhos e a pessoas de confiança é bom. Hoje, com a internet, você pode buscar rapidamente informações a respeito desses lugares. É normal, em redes sociais, por exemplo, as pessoas deixarem comentários, falando bem ou não das escolas infantis.

E o meu orçamento?

Pense no seu orçamento. Isso inclui escolher uma creche perto de casa. Analise, ainda, a mensalidade da creche. Atualmente há aquelas que são bilíngues, que oferecem ballet, natação, xadrez, entre outras atividades. Pense se vale a pena o custo.

Informe-se sobre a formação dos profissionais que trabalham na creche, se há profissionais suficientes para as crianças. Ao mesmo tempo, veja se os ambientes são limpos, se a higiene é valorizada.

Por fim, tente ser presente na creche, principalmente durante a fase de adaptação de seu filho. Tente perceber qualquer maltrato, se a criança está se adaptando, se sofre algum preconceito. Se informe sobre o que seu filho aprende na creche e se está de fato aprendendo alguma coisa. Pais presentes fazem uma grande diferença.

Abaixo há um vídeo que traz algumas perguntas que você pode fazer à creche de seu filho: