O significado de ser padrinho ou madrinha

Conheça a sua missão como mentor de alguém

0
21378

Apadrinhar alguém é um marco importante tanto na sua vida como na vida da pessoa que você vai acompanhar. Seja no batismo ou na universidade, este processo tem 7 pontos essenciais que deve considerar.

1. Testemunho

A sua experiência de vida é um marco importante a transmitir. Deve guiar o seu afilhado de acordo com os seus próprios exemplos.

2. Oferecer

Na hora do aniversário ou do Natal, não opte por algo material. Pode, ao invés, acompanhar a vida do seu afilhado e fornecer o apoio muitas vezes necessário.

3. Não tente ser um substituto dos pais

Tente, sim, acompanhar o processo de ensino dos pais e complementá-lo. Isto aplica-se sobretudo a padrinhos/madrinhas de batismo.

Ser padrinho/madrinha é um ato sério, e deve ser encarado como tal

4. Partilhe

Tudo o que possa ser de valor no crescimento intelectual, emocional e espiritual do seu afilhado deve ser partilhado. Ofereça o seu conhecimento e apoio. Ele apreciará.

5. Não diga apenas. Faça!

Do que vale dizer para seu afilhado para completar as cadeiras de primeira na universidade, se você não é exatamente um exemplo nos estudos? Antes de lhe impor algo, tenha certeza que você já impôs a si mesmo e conseguiu realizar.

6. Fique por perto

Pode não parecer, mas de um momento para o outro você pode ser a pessoa que ele mais precisa. Se estiver sempre por perto, vai fazê-lo sentir-se acompanhado. Isto vai fazer com que ele saiba que pode contar com você

7. Assuma totalmente a sua responsabilidade

Ser padrinho/madrinha é um ato sério, e deve ser encarado como tal. Acompanhar alguém não é algo de momento, que depois pode se abandonar; mas um processo que dura para o resto da vida. Tenha consciência da sua responsabilidade e encare-a.

Relacionado: Amigos e amigas sem filhos, obrigada por existirem

Agora que já sabe os pontos principais de ser padrinho/madrinha, lhe desejamos sorte a cuidar de seu afilhado(a).