Qual a quantidade ideal de papinha que deve ser dada ao bebê?

0
1958

Qual a quantidade de papinha que devo dar ao meu filho? Esta é uma dúvida muito frequente nas mamães de primeira viagem, que acabam ficando na dúvida se o bebê comeu o suficiente ou ficou com fome.

Não existe uma regra que defina a quantidade que o bebê deve comer, mas é possível a adoção de algumas medidas que lhe vão dar mais segurança quanto à alimentação do seu filho.

É importante que só introduza a papinha após os 6 meses de idade, pois antes dessa idade o leite materno deve ser o único alimento, e pode ter certeza que seu filho não vai passar fome.

Quando introduzir a papinha, lembre-se que o estômago do bebê é muito pequeno, por isso, é normal que ele coma pouco. O Ministério da Saúde Brasileiro refere que a quantidade de papinha por refeição deve ser 100 gramas, o que equivale a 3 colheres de sopa. Mas como os adultos, umas crianças comem mais do que outras, e a quantidade pode variar até os 180 gramas.

“O ideal é começar com uma pequena porção e ir aumentando aos poucos.”

A papinha é um alimento totalmente novo para o bebê e, inicialmente, ele pode recusar, pois não está habituado a mastigar a engolir. Antes a criança apenas mamava e para ele tudo é novo. A papinha tem um sabor desconhecido, e é comum ser rejeitada nas primeiras vezes. O importante é dar tempo e não obrigar a engolir algo que ele rejeitou, ou porque se sente saciado ou porque estranhou o sabor, afinal está experimentando algo novo.

O ideal é começar com uma pequena porção e ir aumentando aos poucos. Para ter uma ideia, quando o bebê tem 9 meses a quantidade de papinha por refeição pode ir aos 250 gramas, mas relembramos que varia de criança para criança. Se o seu filho estiver crescendo saudável e o pediatra achar que está tudo normal, não tem razões para se preocupar.

Para um adulto parece demasiado pouco uma criança ficar satisfeita com meia dúzia de colheres de papa, mas lembre-se: ainda existe o café da manhã, a fruta no meio da manhã e a fruta no meio da tarde.

E para ficar mais descansada, o pediatra avalia se está tudo bem com o bebê, através da curva de desenvolvimento, por isso, se houver algo errado, será a primeira a saber.

Sabemos que para os pais cada dia é uma descoberta, mas dê o tempo à criança que ela necessita para se adaptar às mudanças que o crescimento implica.