Vitaminas para gestantes + micronutrientes essenciais

0
244
Crédito: Freepik

Se você está planejando engravidar ou está grávida, certamente já leu ou ouviu falar sobre a importância das vitaminas para gestantes.

A verdade é que todas as pessoas, em qualquer idade, necessitam manter os níveis de vitaminas e outros micronutrientes equilibrados no organismo para a manutenção diária da saúde.

Mas no caso das gestantes, as doses de determinadas vitaminas precisam ser reforçadas para que ela consiga oferecer nutrientes suficientes para o seu bebê em desenvolvimento. Então, veja agora quais são as vitaminas para gestantes e como consumi-las.

Quais são as vitaminas para gestantes essenciais?

De acordo com a nutricionista Bianca Naves e o Dr. Igor Padovesi, obstetra, existem determinadas vitaminas e micronutrientes que devem ser consumidos em uma proporção extra pelas futuras mamães.

  • Ácido fólico
  • Ferro
  • Ômega-3
  • Vitamina D

Para que servem as vitaminas para gestantes?

melhores vitaminas para gestantes
Crédito: Freepik

Com base na lista de vitaminas e micronutrientes mencionada acima, veja qual é a importância de cada um deles para as gestantes:

Ácido fólico

Os médicos sabem que essa é uma das vitaminas para gestantes mais populares que se ouve falar com mais frequência. Ela é uma vitamina do complexo B e realmente é essencial durante a gestação. Ela vai contribuir para o bom desenvolvimento do sistema nervoso central do feto.

Quando a mulher está planejando engravidar o obstetra recomenda que a suplementação dessa vitamina comece a ser feita um mês antes da gravidez, pois ela é importante principalmente no primeiro trimestre da gestação.

Ferro

O ferro não é uma vitamina, mas sim um mineral que também é um micronutriente essencial na gestação. A deficiência de ferro no organismo é uma das principais causas da anemia. Então ele é importante de ser suplementado porque as grávidas têm maior tendência à anemia, já que seu sangue está sendo compartilhado com o bebê. As gestantes têm um maior volume de plasma sanguíneo, o que faz seu sangue ser mais diluído, reduzindo a dosagem de hemoglobinas.

Ômega-3

Cada vez mais os médicos vêm percebendo a importância do ômega-3 suplementado na gestação. Assim como o ácido fólico, o ômega-3 também é essencial para o desenvolvimento cerebral do bebê e também a sua visão. Além do mais, esse nutriente, quando consumido de forma adequada ao longo da gestação, ajuda a prevenir o risco de depressão pós-parto.

Vitamina D

A principal fonte de vitamina D para os humanos é a luz do sol. Para evitar queimaduras e insolação, a gestante pode tomar de 15 a 30 minutos de sol antes das 10 da manhã e depois das 16 da tarde.

De modo geral, as pessoas não têm os níveis adequados de vitamina D no organismo, por isso mesmo que ela é tão importante de ser suplementada como uma das vitaminas para gestantes. A principal função dessa vitamina é promover a absorção de cálcio no intestino, o que é muito importante para a boa formação dos ossos do bebê.

Alimentos ou suplementos?

De modo geral, mantendo uma alimentação saudável, equilibrada e bem diversificada é possível consumir todas as principais vitaminas para gestantes. Mas como cada caso é único e cada mamãe tem necessidades especiais, pode ser necessário fazer a suplementação vitamínica sintética, ou seja, por meio de comprimidos ou cápsulas para garantir que haverá a absorção na quantidade necessária para o bebê.

Suplementos com nutrientes e vitaminas para gestantes

suplementos e vitaminas para gestantes
Crédito: Freepik

Ácido fólico

O ácido fólico, por exemplo, necessita de suplementação além do consumo através dos alimentos devido a sua fundamental importância para o feto, então é preciso garantir que não falte. Além do mais, ao suplementar, a gestante vai consumir apenas essa vitamina a mais, evitando que outros nutrientes encontrados nos alimentos com ácido fólico fiquem em excesso no organismo.

Sulfato ferroso

Além do consumo nos alimentos do dia a dia, o ferro costuma ser administrado em forma de suplemento com o nome de sulfato ferroso. Também existem suplementos multivitamínicos que contêm ferro na composição, então o obstetra ou o nutricionista irá recomendar de acordo com as necessidades de cada mamãe.

Ômega-3

Se a gestante se comprometer a consumir os alimentos necessários com ômega-3 ao longo da gestação, ela não precisará de suplementação desse lipídio.

Vitamina D

Justamente pelo fato de que, hoje em dia, as pessoas pegam menos sol porque ficam mais tempo nos escritórios trabalhando e se comunicando via redes sociais, é recomendado que seja feita a suplementação dessa como mais uma das vitaminas para gestantes.

Alimentos com vitaminas para gestantes

Ácido fólico

Está presente especialmente nas leguminosas, como feijões, ervilhas lentilhas, grão-de-bico, soja e amendoim. Também é encontrado nos vegetais verde-escuros, como couve, brócolis, rúcula, espinafre, acelga e tantos outros.

Ferro

A principal fonte de ferro para as gestantes são as carnes vermelhas que devem ser consumidas uma vez ao dia. No caso das mamães vegetarianas e veganas, o ferro pode ser garantido por meio das leguminosas, o que é ótimo, pois já são também uma fonte de ácido fólico.

Entretanto, é preciso ter em mente que o ferro das leguminosas não é tão bem aproveitado pelo organismo quanto o consumido nas carnes vermelhas. Então, o médico poderá prescrever que a gestante consuma as leguminosas junto com fontes de vitamina C que melhoram a absorção, como suco de laranja ou de limão na refeição.

Ômega-3

Na dieta das gestantes, o ômega-3 pode ser consumido em alimentos fontes de gorduras saudáveis que são os lipídios, macronutrientes essenciais no dia a dia. Eles estão presentes nos peixes gordos, como salmão, sardinha, cavalinha e atum, também nas oleaginosas como nozes, amêndoas e castanhas, além do azeite de oliva extravirgem, óleo de soja em pouca quantidade, abacate e ovos.

Vitamina D

Além do banho de sol diário, que é a principal fonte de vitamina D, e da suplementação, as gestantes também podem consumir essa vitamina em alimentos como leite, iogurte, queijos magros e manteiga. Para as gestantes que não consomem leite e derivados, os vegetais verde-escuros são uma excelente opção, tanto no almoço quanto no jantar.