Mulheres da capital paulista têm direito a exame para detectar a trombofilia

Ad

As mulheres de São Paulo (SP) passaram a ter direito ao exame que detecta a trombofilia.

A lei 16.599 garante que toda a mulher poderá fazer o exame pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Além da trombofilia, o exame visa a identificação de qualquer condição que leve ao desenvolvimento de trombose.

O desenvolvimento da trombose pode ser genético ou adquirido. Nos casos mais graves, leva à embolia pulmonar e à morte.

Exame trombofilia

A doença é caracterizada pela formação de um coágulo nos membros inferiores. Mulheres que usam pílulas anticoncepcionais também podem desenvolver a trombose. Por isso motivo, o exame será estendido a todas.

A realização do exame deve ser discutida com o médico no momento do pré-natal.

A análise ocorre a partir de uma amostra de sangue e vai indicar se há pré-disposição para a ocorrência da trombose.

Ad

Em gestantes, a doença pode levar a abortos recorrentes porque a trombofilia bloqueia o fluxo de sangue para o bebê.
A realização do exame deve ser discutida com o médico no momento do pré-natal.

Quer saber mais sobre a trombofilia? Assista o vídeo abaixo:

Gostou dessa dica? Então compartilhe!

AD