Toxoplasmose na Gravidez: Riscos, Prevenção e Cuidados

A maioria das pessoas que são infectadas com o Toxoplasma gondii não apresenta sintomas.

Imagem: Freepik

A gravidez é um momento de grande expectativa e cuidado para as futuras mamães. Durante esse período, a saúde da mãe e do bebê é uma preocupação primordial. Uma das preocupações que pode surgir é a toxoplasmose na gravidez, uma infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii.

Publicidade

Essa doença não é brincadeira, por isso, é importante estar atenta sobre o que é a toxoplasmose na gravidez, os riscos associados a ela, as formas de prevenção e os cuidados necessários para garantir uma gestação saudável.

O que é toxoplasmose?

A toxoplasmose é uma infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii. Essa infecção é comum em todo o mundo, afetando seres humanos e animais. A maioria das pessoas que são infectadas com o Toxoplasma gondii não apresenta sintomas, pois o sistema imunológico geralmente consegue controlar a infecção. No entanto, em casos de gestação, a toxoplasmose pode representar um risco significativo.

Publicidade

Riscos da toxoplasmose na gravidez

A toxoplasmose pode ser particularmente preocupante durante a gravidez, pois o parasita pode ser transmitido da mãe para o feto, causando complicações sérias. Os riscos incluem:

Aborto espontâneo

A infecção por toxoplasmose pode aumentar o risco de aborto espontâneo durante o primeiro trimestre da gravidez.

Defeitos congênitos

Se a infecção ocorrer durante os estágios iniciais da gravidez, o parasita pode afetar o desenvolvimento fetal, resultando em defeitos congênitos, como danos cerebrais, retardo no crescimento e problemas nos olhos.

Publicidade

Problemas de saúde no recém-nascido

Bebês que nascem com toxoplasmose congênita podem apresentar sintomas graves, como icterícia, anemia, problemas de visão e danos ao sistema nervoso central.

Como a toxoplasmose é transmitida?

A principal forma de transmissão da toxoplasmose é através da ingestão de alimentos ou água contaminados com o parasita Toxoplasma gondii. Além disso, a infecção pode ocorrer por meio do contato com fezes de gatos infectados, transfusões de sangue e transplantes de órgãos. As gestantes podem contrair a toxoplasmose ao:

  • Consumir carne crua ou mal cozida, especialmente carne de porco, carneiro e carne moída;
  • Ingerir alimentos ou bebidas contaminados por fezes de gatos;
  • Manusear solo contaminado;
  • Ter contato com gatos que caçam e se alimentam de presas infectadas.

Prevenção da toxoplasmose na gravidez

A prevenção da toxoplasmose durante a gravidez é fundamental para proteger a saúde do feto. Aqui estão algumas medidas que as gestantes podem adotar:

Publicidade

Evitar alimentos de risco

Não consuma carne crua ou mal cozida, especialmente carne de porco, carneiro e carne moída. Certifique-se de que os ovos estejam completamente cozidos e evite o consumo de leite não pasteurizado.

Lavar bem os alimentos

Lave cuidadosamente frutas, verduras e legumes antes de consumi-los, para reduzir o risco de contaminação por solo ou água contaminados.

Cuidados com gatos

Evite manusear fezes de gatos e, se possível, peça a alguém que não esteja grávida para realizar essa tarefa. Mantenha o ambiente dos gatos limpo e higienizado, trocando a caixa de areia diariamente.

Publicidade

Lavar as mãos

Lave as mãos com frequência, especialmente após o manuseio de alimentos crus, solo ou caixas de areia de gatos.

Utilizar luvas

Ao realizar atividades que envolvam solo ou jardinagem, use luvas para reduzir o risco de contato com o parasita.

Evitar o contato com gatos de rua

Tente evitar o contato próximo com gatos de rua ou desconhecidos, pois eles têm maior probabilidade de carregar o parasita.

Publicidade

Cuidados durante a gravidez

Se uma gestante é diagnosticada com toxoplasmose, o acompanhamento médico é essencial. O médico pode recomendar o uso de medicamentos específicos para tratar a infecção e reduzir o risco de complicações para o feto.

Além disso, é importante realizar exames de rotina para monitorar a saúde do bebê, como ultrassonografias e testes de acompanhamento. O médico também pode aconselhar sobre a possibilidade de realizar uma amniocentese para verificar a presença do parasita no líquido amniótico.

Em resumo

A toxoplasmose na gravidez é uma preocupação importante devido aos riscos que pode representar para o feto. No entanto, com medidas de prevenção adequadas e o acompanhamento médico regular, é possível reduzir significativamente o risco de infecção e proteger a saúde da mãe e do bebê.

Publicidade

Gestantes devem seguir orientações cuidadosas em relação à alimentação, higiene e contato com animais para garantir uma gravidez saudável e segura. Sempre consulte um profissional de saúde para obter orientações específicas e tirar dúvidas sobre a toxoplasmose na gravidez.