Tireoide na gravidez pode afetar o feto?

A tireoide na gravidez passa por mudanças naturais para acomodar as necessidades do corpo em transformação.

Imagem: Freepik

A gravidez é uma fase repleta de transformações e desafios para o corpo da mulher, por isso, um dos aspectos cruciais a serem monitorados é a saúde da tireoide na gravidez.

Publicidade

A tireoide é uma glândula que atua na regulação do metabolismo e na produção de hormônios para o funcionamento do corpo.

Problemas na tireoide durante a gravidez podem ter impactos significativos na saúde do feto e na gestante. Saiba agora qual é a relação entre a tireoide na gravidez e os possíveis efeitos nos fetos em desenvolvimento.

Publicidade

Veja também: Quando começar o pré-natal e qual a importância?

Tireoide: um breve panorama

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta, que fica na parte da frente do pescoço, e tem a função de produzir os hormônios tireoidianos T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina).

Esses hormônios desempenham um papel vital na regulação do metabolismo, no crescimento celular e no desenvolvimento do sistema nervoso central.

Publicidade

A tireoide na gravidez passa por mudanças naturais para acomodar as necessidades do corpo em transformação. No entanto, em algumas situações, essas alterações podem se tornar desequilíbrios que precisam ser monitorados e tratados.

Problemas de tireoide na gravidez

Dois dos problemas mais comuns relacionados à tireoide durante a gravidez são o hipotireoidismo e o hipertireoidismo.

O hipotireoidismo é quando a tireoide não produz hormônios em quantidade suficiente. Isso pode resultar em uma variedade de sintomas, como fadiga, ganho de peso, sensibilidade ao frio e problemas de concentração.

Publicidade

Quando não tratado adequadamente durante a gravidez, o hipotireoidismo pode aumentar o risco de complicações, como pré-eclâmpsia, parto prematuro e baixo peso ao nascer.

Por outro lado, o hipertireoidismo é caracterizado pelo excesso de produção de hormônios tireoidianos. Isso pode levar a sintomas como nervosismo, perda de peso, batimentos cardíacos rápidos e intolerância ao calor.

O hipertireoidismo não tratado durante a gravidez também pode ser prejudicial para o feto, aumentando o risco de parto prematuro, baixo peso ao nascer e até mesmo problemas cardíacos no bebê.

Publicidade

Impacto nos fetos em desenvolvimento

Os hormônios tireoidianos desempenham um papel crucial no desenvolvimento do sistema nervoso central do feto, especialmente durante o primeiro trimestre da gravidez. O desenvolvimento inadequado da tireoide na mãe pode afetar negativamente a saúde do feto.

O hipotireoidismo materno não tratado durante a gravidez pode resultar em um risco aumentado de deficiência intelectual e atrasos no desenvolvimento do bebê. Isso ocorre porque os hormônios tireoidianos são essenciais para a formação adequada das células cerebrais e das conexões neurais.

Da mesma forma, o hipertireoidismo não tratado também pode afetar o feto. Pode levar a um aumento da atividade metabólica no bebê em desenvolvimento, resultando em um risco aumentado de parto prematuro e baixo peso ao nascer.

Publicidade

Monitoramento e tratamento adequados

A detecção precoce e o tratamento adequado de problemas na tireoide durante a gravidez são fundamentais para minimizar os riscos para o feto e para a mãe. O pré-natal é o momento ideal para o monitoramento dos níveis tireoidianos da gestante. Os exames de sangue podem avaliar os níveis de hormônios tireoidianos e ajudar a identificar qualquer desequilíbrio.

Em caso de hipotireoidismo ou hipertireoidismo diagnosticado, o tratamento deve ser personalizado e supervisionado por profissionais de saúde. Geralmente, o tratamento envolve a reposição hormonal para o hipotireoidismo ou o uso de medicamentos para controlar o hipertireoidismo.

Em resumo

A saúde da tireoide na gravidez desempenha um papel crucial no desenvolvimento saudável do feto. Problemas como hipotireoidismo e hipertireoidismo podem ter impactos significativos no crescimento, no desenvolvimento cognitivo e na saúde geral do bebê.

Publicidade

Portanto, a atenção cuidadosa à tireoide durante a gravidez, por meio de exames regulares, monitoramento adequado e tratamento quando necessário, é fundamental para garantir o bem-estar tanto da mãe quanto do feto. Consultar um profissional de saúde e seguir suas orientações é essencial para garantir uma gravidez saudável e tranquila.